Silêncio - Projota



Letra de Silêncio, canción donde Projota interpreta uno de los temas que más suenan en el albúm Muita Luz. Si te gusta la buena musica y te apasiona conocer letras de canciones de Projota no te pierdas este single llamado Silêncio, no querras parar de escucharlo.

Letra Silêncio - Projota

Escuchar Projota Silêncio Lyric Video.

Projota canta la cancion Silêncio dentro de su album Muita Luz, os dejamos con la letra de Silêncio para que la podais disfrutar. En el menu teneis mas letras del album Muita Luz y de Projota.

Silêncio (part. Drik) Projota A vida
continua só não sei pra onde vai Ela
acelera e panzz sai E eu digo don't cry
nosso povo precisa da nossa voz Até o
final desse rap morrerão mais dez de
nós É nossa sina, nosso carma, como os ancestrais Se a vida ensina uma morte
ensina bem mais Mas se o conhecimento
depende da perda e da distância Eu
preferia poder seguir na ignorância
Poucos homens são reis, todos os homens
são réus A odalisca te conquista, sem
descer os véus Enxergue através desse
luxo no lixo verá Comporte-se então
como bicho e um bicho será O plano é
dividir a terra pros irmãos Mas sempre
fica cego o lavrador que traz os grãos
Entre dividir e assim ficar, ou iludir e
triplicar seus grãos Nasce a
corrupção e lavam-se as mãos Quando
lutarmos nessa guerra unidos de fato
Seremos legião urbana mesmo sem renato
Façamos um trato, devolvam nossas
vidas, e eu me calo Neguim pega as arma
no mato Silêncio Diz a placa do
hospital Na UTI o nosso mano tá mal E
eu mereço mais, bem mais Que o
silêncio que diz a placa do hospital Me
permita dizer que eu mereço mais, bem
[ De: https://www.dicelacancion.com/letra/projota/silencio ]
mais Calem-se, falem-se Imprescindível
for a indefinível cor do indestrutível
rancor Impossível ser melhor Se o pior
que existe em nós é canalizado,
entubado Pra ser atirado contra os boys
Vão, quatro pretos em um chevette Mãos
pra cima se repete, perna aberta,
coronhada Joelhada, teti-a-teti pega
nada Encomenda chegou hoje de manhã de
mobillete Você já sonhou com tudo e
acordou com nada? Forjei meu próprio
escudo, contra a minha própria espada A
imagem do meu povo é uma tia cansada,
calejada Dessas que cê logo vê tem
cara de empregada Terra dourada, ó
pátria amada mãe gentil Escondeu tanta
merda que a privada entupiu Se
transformou num rio de fezes Essas fezes
são arremessadas contra o próprio povo
Que te construiu O fazendeiro desconhece
o nosso tamanho Já tá na hora da
revolta do rebanho Agora é nossa vez,
os moleque tão na sede Pra cobra e eu
não queria tá na pele de vocês
Silêncio Diz a placa do hospital Na UTI
o nosso mano tá mal E eu mereço mais,
bem mais Que o silêncio que diz a placa
do hospital Me permita dizer que eu
mereço mais, bem mais Letra Silêncio
Lyrics Insertada: Anonimo

www.DiceLaCancion.com
Más letras de Projota

Todas las letras de canciones (lyrics) son propiedad de sus respectivos autores y están disponibles en DiceLaCancion.com con carácter meramente educativo o informativo. No tenemos la canción Silêncio de Projota para descargar gratis en mp3. Te ofrecemos letra, traducción, información y vídeo musical para escuchar el tema Silêncio de Projota.

Las cookies nos permiten ofrecer nuestros servicios. Al continuar con la navegación entendemos que se acepta nuestra política de cookies.

X